Anais CBFic - Volume 1 - 2018

Sociedade Brasileira de Ficologia - SBFic

Publicado em 26/11/2018

Volume 1 - 2019

Título do Trabalho

DISTRIBUIÇÃO DO GÊNERO DOLICHOSPERMUM NA BACIA AMAZÔNICA

Autores

JOICE LARA DAMACENA DOS SANTOS, MARIA TEREZA M. P. S LOBO, CARLA PATRICIA PEREIRA ALVES, ELISABETH CRISTINA A. O. MIRANDA, MARIE-PAULE BONET, INA SOUZA NOGUEIRA

Modalidade

Resumo

Área Temática

1 BIODIVERSIDADE, FILOGENIA E ECOFISIOLOGIA

Data de Publicação

26/11/2018

País da Publicação

Brasil

Idioma da Publicação

Português

Página do Trabalho

http://sbfic.org.br/anais_show/87

ISSN

Aguardando...

Palavras-Chave

Nostocales, Lago Curuai, Lago Janauacá e Varzea Amazônica

Resumo

Dolichospermum (Bory ex Bornet & Flahault) Wacklin, Hoffmann & Komárek são organismos planctônicos morfologicamente caracterizados por tricomas isopolares, metaméricos com relação à posição dos heterócitos e com constricções nas paredes transversais. Possuem ampla tolerância ecológica, em condições ambientais não favoráveis, como a redução ou ausência de nutrientes, tendem a produzir heterócitos e acinetos, além de apresentar mobilidade na coluna de água, em que os aerótopos permitem a flutuabilidade e melhor acesso à luz e nutrientes disponíveis. Atualmente o gênero abrange 43 espécies, incluindo D. flos-aquae, o tipo do gênero, destas apenas 4 foram encontradas na bacia amazônica. A bacia Amazônica é a maior bacia hidrográfica do mundo, compreende uma área de 7 milhões de km², abrangendo vários estados e alguns países da América do Sul. O objetivo do trabalho foi verificar a distribuição do gênero Dolichospermum na bacia Amazônica. A amostragem ocorreu durante oito anos (2002, 2003, 2004, 2007, 2009, 2010, 2011 e 2013) abrangendo 24 lagos e rios da bacia Amazônica. As amostras qualitativas foram coletadas com uma rede de plâncton 25 µm, fixadas em solução Transeau e analisadas com o auxílio de um microscópio óptico Zeiss Axioscop 40 equipado com sistema de captura de imagem acoplado com câmera digital Axiocam HRc, as características métricas foram obtidas usando o software de imagem AxioVision Rel 4.8 e foi feita uma frequência de ocorrência das espécies do gênero Dolichospermum. Nosso trabalho registrou 13 espécies, sendo D. circinale e D. spiroides consideradas de comum ocorrência e as demais de rara ocorrência. Cabe ressaltar que de acordo com os dados levantados a presença do D. sigmoideum foi restrita ao Lago Grande de Curuaí, em 2010, e ao longo dos anos o Lago Grande de Curuaí e Janauacá apresentaram maior registro de espécies, respectivamente 26 e 10. Sendo o último ano do estudo, o com maior ocorrência de espécies desse gênero (54%). O presente trabalho confirmou a ampla distribuição geográfica do gênero Dolichopermum em águas tropicais continentais e contribuiu para a distribuição do gênero na bacia amazônica, indicando uma tendência de aumento do registro ao longo dos anos.