Anais CBFic - Volume 1 - 2018

Sociedade Brasileira de Ficologia - SBFic

Publicado em 26/11/2018

Volume 1 - 2019

Título do Trabalho

O GêNERO PINNULARIA EHRENBERG (BACILLARIOPHYTA) NO RIO ACARAú, NOROESTE DO CEARá, BRASIL

Autores

FáTIMA BEATRIZ MESQUITA DAMASCENO, LUCAS ANDRADE RODRIGUES , KAOLI PEREIRA CAVALCANTE

Modalidade

Resumo

Área Temática

1 BIODIVERSIDADE, FILOGENIA E ECOFISIOLOGIA

Data de Publicação

26/11/2018

País da Publicação

Brasil

Idioma da Publicação

Português

Página do Trabalho

http://sbfic.org.br/anais_show/80

ISSN

Aguardando...

Palavras-Chave

Diatomáceas, perifíton, semiárido.

Resumo

Diatomáceas são um grupo muito diversificado de organismos eucariontes fotossintetizantes, unicelulares ou coloniais, tendo como característica primordial a parede celular impregnada por sílica. Pinnularia é um gênero de diatomáceas com rafe pertencente à família Pinnulariaceae caracterizado por indivíduos com valvas lanceoladas, elípticas ou lineares, estrias alveoladas, extremidades rostradas ou capitadas e superfície valvar plana. É um gênero bastante diversificado em sistemas aquáticos continentais, sobretudo nas regiões tropicais e subtropicais do globo. O conhecimento sobre a ocorrência e distribuição de espécies de Pinnularia no Brasil está concentrado nas regiões norte, sul e sudeste, enquanto a região nordeste segue insuficientemente explorada. Dessa forma, o presente estudo teve como objetivo identificar espécies do gênero Pinnularia presentes no Rio Acaraú, noroeste do Ceará. As coletas ocorreram em março de 2018 no curso do rio que passa pela Fazenda Experimental da Universidade Estadual Vale do Acaraú (Massapê-Ce). Foram coletadas amostras de macrófitas aquáticas (epifíton) e de areia (episâmon) e preservadas em solução de formol a 4% de solução final. As amostras foram oxidadas com permanganato de potássio e ácido clorídrico, em seguida lâminas permanentes foram confeccionadas a partir do material oxidado. A análise consistiu na observação morfológica das paredes celulares silicosas, medidas das valvas e captura de imagens em microscopia de luz com câmera acoplada. Os resultados apontam a ocorrência de oito táxons do gênero Pinnularia nomeadamente Pinnularia borealis, P. gibba var. gibba, P. instabiliformis, P. rumrichiae, P. subcapitata, P. subgibba var. subgibba, Pinnularia sp. 1 e Pinnularia sp. 2. Este estudo é pioneiro na identificação de espécies de Pinnularia no Estado do Ceará, adicionando novas ocorrências e contribuindo com o aumento do conhecimento sobre a diversidade de diatomáceas nos ambientes aquáticos do semiárido.