Anais CBFic - Volume 1 - 2018

Sociedade Brasileira de Ficologia - SBFic

Publicado em 26/11/2018

Volume 1 - 2019

Título do Trabalho

DIVERSIDADE DO COMPLEXO LAURENCIA (RHODOMELACEAE, RHODOPHYTA) E SUA DISTRIBUIçãO NO ARQUIPéLAGO CUBANO

Autores

PATRICIA MARíA GONZáLEZ SáNCHEZ , VALéRIA CASSANO, MUTUE TOYOTA FUJII

Modalidade

Resumo

Área Temática

1 BIODIVERSIDADE, FILOGENIA E ECOFISIOLOGIA

Data de Publicação

26/11/2018

País da Publicação

Brasil

Idioma da Publicação

Português

Página do Trabalho

http://sbfic.org.br/anais_show/57

ISSN

Aguardando...

Palavras-Chave

Laurencia, Cuba, distribuição geográfica, algas vermelhas

Resumo

O presente trabalho é parte dos estudos taxonômicos das espécies do complexo Laurencia (Rhodomelaceae, Rhodophyta) em Cuba, como forma de contribuição ao conhecimento da biodiversidade de algas marinhas bentônicas do arquipélago cubano. Atualmente, o complexo Laurencia está constituído por oito gêneros: Laurencia sensu stricto, Osmundea, Chondrophycus, Palisada, Yuzurua, Laurenciella, Coronaphycus e o mais recentemente estabelecido Ohelopapa. Este grupo de algas é facilmente reconhecido dentro da família Rhodomelaceae pela presença de célula apical sempre imersa em uma depressão nos ápices de eixos e ramos, rodeada por tricoblastos ramificados, segmento axial reconhecível somente próximo ao ápice e presença de corticação ao longo do talo. Embora os gêneros do complexo sejam de fácil reconhecimento, a maioria das espécies é de difícil identificação, devido à grande plasticidade fenotípica que apresentam. Espécies do complexo Laurencia representam componente biótico importante nas comunidades de recifes e gramas marinhas, mostrando uma ampla distribuição no litoral do arquipélago cubano, principalmente as do gênero Laurencia. Os membros deste grupo foram muito pouco estudados em Cuba, devido à dificuldade nas delimitações de táxons em nível específico e consequentemente, pouco se sabe sobre a sua distribuição no arquipélago cubano. Este trabalho teve por objetivo presentar a situação atual do conhecimento sobre o complexo Laurencia em Cuba, e mostrar a procedência dessas espécies ao longo do litoral, e ainda identificar as zonas pobremente inventariadas. A partir de bibliografia especializada foi realizado um levantamento das espécies e foram encontradas 18 espécies e uma variedade, sendo 10 espécies do gênero Laurencia, 1 de Osmundea, 5 de Palisada e 2 de Yuzurua com uma variedade. Estas espécies foram agrupadas em 17 habitats, sendo que os melhores representados foram, águas rasas calmas, substratos duros e áreas inferiores do recife. Os resultados obtidos nesta pesquisa constituem uma linha de base para futuros estudos do complexo Laurencia, em Cuba e também nos permitem reconhecer os padrões de distribuição das espécies do complexo para o arquipélago cubano, possibilitando identificar áreas e habitats a serem monitoradas e mais estudadas para este grupo de algas.